6 problemas nas instalações elétricas que sua empresa precisa evitar

6 problemas nas instalações elétricas que sua empresa precisa evitar

produtos-imc-resistenciasPowered by Rock Convert

Você já parou para pensar sobre a importância que as instalações elétricas têm para o bom funcionamento de uma fábrica? Imagine uma indústria ter que parar a sua operação por falhas de energia! Quanto mediria esse prejuízo? E se pensarmos que uma pane desse tipo pode gerar um incêndio e colocar vidas em risco? Nesse caso, um prejuízo imensurável.

É importantíssimo manter uma manutenção periódica do seu sistema elétrico por meio de medições regulatórias. Um programa de medições e monitoramento pode evitar a ocorrência de catástrofes. As variáveis elétricas são importantes não apenas para o controle de acidentes e diagnóstico de erros como podem também, classificar o nível de funcionamento da empresa.

Ficou preocupado após ler esse princípio de texto? Está se perguntando se realmente pode confiar no sistema elétrico da sua firma? Calma! A seguir abordaremos os 6 principais problemas em instalações elétricas que a sua empresa precisa evitar. Confira!

1. Fuga de Corrente

Devido à má isolação nos condutores, a corrente elétrica acaba caminhando para onde não tem que ir. Ela pode tomar 2 caminhos: pode ir para a terra por meio do fio terra ou pode parar na estrutura dos seus equipamentos.

Advinha quem vai pagar por essa energia desperdiçada? Isso mesmo. Se a sua conta de luz está chegando a valores fora dos padrões históricos, é bem provável que esteja acontecendo essa falha em seu sistema elétrico. Além disso, pode ser muito perigoso, pois se a energia estiver acumulada na superfície das máquinas pode gerar choques nos usuários.

2. Sobrecarga elétrica

Este problema geralmente é causado por erros ocorridos na elaboração do projeto elétrico. A sobrecarga acontece quando há um excesso de carga atribuído a certo circuito, ou seja, a corrente elétrica é maior do que a suportada por cabos e fios.

O principal sintoma de uma sobrecarga é o contínuo desligamento do disjuntor atrelado ao sistema. Na verdade, essa é a função desse componente: evitar que uma sobrecarga aconteça bloqueando a corrente quando excessiva. Portanto, se um disjuntor estiver desarmando, não o troque por um que suporte uma carga maior. Isso não é o adequado. 

Esse é um problema que merece uma atenção extra, pois além de danificar as máquinas, a sobrecarga pode gerar incêndios.

3. Curto-Circuito

Ocorre quando duas ou mais potências se unem criando um caminho direto sem a presença de resistências. Isso faz a passagem elétrica aumentar, provocando um superaquecimento, o que danifica a isolação de cabos e fios.

Lembra-se dos disjuntores? Eles também são úteis nessa situação, assim como os fusíveis, protegendo o sistema elétrico de cargas elevadas. As consequências de um curto circuito são as mesmas de uma sobrecarga, e por isso, merecem uma cautela especial.

4. Sobretensão

Já aconteceu de você perder um eletrodoméstico em casa por causa de seguidos picos de luz que aconteceram durante uma tempestade? Pois então, provavelmente ocorreu em seu aparelho uma sobretensão provocada por uma descarga de raios ou descarga atmosférica.

A sobretensão é um pico de corrente de amplitude elevada que apesar de muito curta pode queimar equipamentos ou arrasar um sistema elétrico inteiro. Processos de comutação e descargas eletrostáticas também podem ser causadores dessa falha.

5. Caixa de passagem aberta

A caixa de passagem tem a função de realizar a união de fios e cabos elétricos ou de tomadas e interruptores aos seus devidos condutores. Ela também tem a finalidade de organizar a direção e os caminhos que cabos e fios tomam, o que facilita em uma possível mudança de direcionamento.

Mantenha sempre essas caixinhas fechadas e organizadas. Um descuido na união desses cabos pode comprometer a sua rede por meio de curtos-circuitos, sobrecargas elétricas ou fugas de corrente.

6. Falta de manutenção e vistoria

É importantíssimo realizar a revisão das instalações elétricas periodicamente ou sempre que o consumo de energia aumentar. Não há valor ou taxa de investimento quando estamos falando de vidas.

Para escapar dessas falhas o segredo é realizar avaliações criteriosas e frequentes em sua rede. Gaste um pouco mais contratando um profissional de qualidade que se baseie nas normas técnicas (NBR5410), que versam sobre as melhores práticas de qualidade e desempenho para a operação de instalações elétricas seguras e eficazes.

Gostou do nosso artigo? Então nos siga nas redes sociais e acompanhe nossas atualizações: estamos no Facebook e no Instragram!

Gostou do texto?

Faça seu cadastro e receba todas as novidades do blog no seu email.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *