Não perca as 5 melhores dicas de manutenção preventiva no inverno

Não perca as 5 melhores dicas de manutenção preventiva no inverno

produtos-imc-resistenciasPowered by Rock Convert

Os dias frios são frequentemente marcados por falhas e problemas em equipamentos elétricos: o chuveiro queima, a TV não liga, lâmpadas precisam ser substituídas entre outras queixas.

Em indústrias, a manutenção preventiva no inverno é ainda mais importante, uma vez que o reparo ou a substituição de máquinas pode representar enormes prejuízos para a empresa.

Além da interrupção no fornecimento de eletricidade durante temporais ou falhas na rede, é a sobrecarga de energia que está relacionada a maioria desses incidentes. Chuveiros, aquecedores e outros dispositivos voltados para o controle térmico são usados com mais frequência e intensidade em dias frios, e nem sempre as instalações estão preparadas para atender essa maior demanda por corrente elétrica.

Para evitar esses transtornos e prevenir reparos graves na sua empresa, confira agora algumas dicas de manutenção preventiva no inverno!

1. Faça uma avaliação da instalação elétrica

Construções antigas são mais propensas a sobrecargas de energia e até incêndios, mas não é raro encontrar imóveis aparentemente modernos necessitando de reparos elétricos urgentes.

É muito comum encontrar fios de má qualidade, cabos com dimensionamentos incorretos e, principalmente, a ausência de dispositivos de segurança.

Esse pente fino inicial também precisa levar em conta os aparelhos que serão utilizados e eventuais sobrecargas em períodos de maior produção (em indústrias) ou durante o inverno. É preciso assegurar que a instalação seja capaz de atender a demanda de energia elétrica do imóvel e, caso não seja, providenciar os ajustes necessários.

2. Invista em dispositivos de segurança

Existem dispositivos de segurança acessíveis capazes de garantir o bom funcionamento da sua instalação elétrica, prevenir acidentes e, inclusive, proteger os seus equipamentos de possíveis sobrecargas e oscilações decorrentes de descargas atmosféricas (raios), manobras de rede ou o “liga e desliga” de grandes máquinas. Os mais comuns são:

  • Disjuntor termomagnético (DTM): protege a instalação elétrica contra problemas na rede de fornecimento, sobrecargas e curtos-circuitos;
  • Dispositivo de Proteção Contra Surtos (DPS): capaz de detectar sobretensões transitórias na rede e desviar correntes de surto (alta taxa de variação da tensão em pequenos períodos);
  • Interruptor Diferencial Residual (IDR): identifica fuga de corrente (devido à falhas na instalação, fios danificados ou até pessoas levando choques) e desarma o circuito.

3. Defina os profissionais responsáveis

Não importa se estamos falando em manutenção preventiva no inverno ou em qualquer outra circunstância, as instalações elétricas são uma tarefa para profissionais capacitados. As famosas gambiarras são um ótimo exemplo de investimento barato que acaba saindo muito caro no futuro.

Procure por profissionais experientes e bem recomendados ou empresas especializadas com boa reputação na sua região. Instalações elétricas exigem conhecimento teórico e prático e, acima de tudo, é um trabalho que envolve diversas responsabilidades.

4. Tenha um cronograma de manutenção preventiva

A dimensão dos problemas elétricos nas indústrias pode ser enorme em comparação aos típicos reparos pontuais realizados em casas e apartamentos, por isso instalações elétricas robustas envolvendo muitos computadores, dispositivos e máquinas operando diariamente necessitam de um cronograma para realização de inspeções, substituições, ajustes e reparos.

Em residências e pequenos escritórios, desde que a instalação elétrica tenha sido feita corretamente, não há necessidade de realizar manutenções frequentes. Um profissional deve ser acionado apenas quando algum sinal de problema for detectado.

5. Invista no planejamento e em bons parceiros

Gerenciando a organização da fábrica de maneira inteligente ajustes e reparos podem ser realizados com maior agilidade e precisão, além de orientar melhor os trabalhadores em eventuais emergências.

Parcerias com fornecedores que garantem entregas mais ágeis, por exemplo, podem reduzir o acúmulo de itens no estoque, assim como empresas especializadas podem ser contratadas para fazer avaliações periódicas em toda indústria.

Como você pôde vê, a manutenção preventiva no inverno é interessante, pois esse período a demanda por energia elétrica é maior, seja em pequenas residências ou em grandes indústrias.

Só não vale deixar de lado as outras manutenções importantes como reparos na estrutura do imóvel e em equipamentos, pois todos esses fatores também podem afetar o funcionamento da sua rede elétrica.

Quer saber mais? Então continue conosco e confira agora 6 problemas nas instalações elétricas que sua empresa precisa evitar!

Gostou do texto?

Faça seu cadastro e receba todas as novidades do blog no seu email.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *