Entenda o que é eficiência operacional e como funciona

produtos-imc-resistenciasPowered by Rock Convert

A eficiência operacional de uma empresa pode estar ligada a diferentes fatores. O processo de melhora é alcançável em qualquer setor, desde que traga ganhos em produtividade sem perda de qualidade. A chave para conseguir essa “façanha” passa por monitorar bem as práticas já existentes.

Ao longo do artigo você verá do que se trata o conceito. Além disso, entenderá qual é sua importância e como ele deve ser aplicado. Para tanto, receberá orientações de como proceder, notando que tudo se concentra em processos. Pronto para a jornada? Então avance agora mesmo!

O que é eficiência operacional?

Ainda que uma determinada companhia apresente resultados satisfatórios, sempre se pode aumentar a eficiência operacional. A melhora no desempenho é factível e deve ser buscada por todas as empresas, desde aquelas com gargalos operacionais até as que navegam por bons mares.

Dessa forma, prezar pela eficiência operacional significa entregar mais por menos, ou seja, ter resultados melhores gastando menos recursos, sem afetar a qualidade. Se uma marca atravessa um momento ruim, o foco na eficiência a ajudará a sair do buraco; caso experimente um contexto positivo, aumentará sua distância em relação aos concorrentes.

De que maneira funciona a eficiência operacional?

O mais interessante é que a evolução pode ser alcançada em praticamente todos os setores, níveis e locais de uma empresa. A depender do caso, o aumento costuma se dar no parque fabril; em outras situações, a melhora aparece em setores administrativos, como recursos humanos.

O cerne da questão é produzir mais e melhor por um custo menor. Quando a empresa não atinge sua capacidade total por má manutenção, um ajuste na gestão de manutenções garante benefícios. Se o problema reside em contratações erradas, impedindo que funcionários atinjam seus máximos potenciais, treinamentos ao pessoal deste setor podem resolver.

Como alcançá-la?

Veja agora os passos básicos iniciais rumo à implantação da melhora na eficiência operacional.

Ter um planejamento

Planeje, planeje e planeje. Você precisa de um planejamento antes de iniciar sua jornada. Ele será seu guia durante as melhoras concebidas, portanto estude a empresa e liste os pontos deficientes.

Analisar processos

As intervenções em procedimentos representam a alma da eficiência operacional. Para isso, deve-se conhecer o máximo possível de todos eles. É necessário mapeá-los inicialmente antes de tomar qualquer atitude, como a reestruturação, por exemplo.

Medir o desempenho

Para que as mudanças surtam o efeito esperado, é necessário realizar a medição do resultado. Lembre-se: aquilo que não pode ser medido não pode ser melhorado. Se você não mensurar corretamente o que acontece, tende a ficar perdido e não saber se as práticas estão ajudando ou não.

Aumentar a eficiência operacional consiste na chave para ter uma empresa mais produtiva e com constante melhora nos indicadores de desempenho. Pode-se conquistar uma fatia cada vez maior de mercado, pois a entrega de produtos e serviços se dá de modo escalável, a partir da qualidade crescente. Essa receita é ideal para trazer sucesso farto e duradouro.

Gostou de nosso artigo? Então compartilhe em suas redes sociais e faça com que o conhecimento impacte sua rede de contatos!

Gostou do texto?

Faça seu cadastro e receba todas as novidades do blog no seu email.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *