Resistência para fornos elétricos: entenda o passo a passo para a troca

Resistência para fornos elétricos: entenda o passo a passo para a troca

produtos-imc-resistenciasPowered by Rock Convert

O passar do tempo pode prejudicar o funcionamento de alguns equipamentos dentro de uma indústria. A resistência para fornos elétricos, por exemplo, é um componente que se desgasta e precisa ser reparado, sem a necessidade de substituir todo o maquinário para isso. Com o passar do tempo podem surgir rupturas nessa peça e ela deixar de completar o circuito.

A queima da resistência é muito comum em fornos elétricos, em que é possível obter uma grande economia a partir da substituição dessa peça. Apesar de não ser uma operação simples, é viável seguir um passo a passo para trocar esse componente, desde que sejam levados em conta alguns procedimentos básicos de segurança.

Por isso, desenvolvemos este artigo para mostrar o que é uma resistência para fornos elétricos, como esse componente funciona e qual é a melhor forma de substituí-lo nos maquinários industriais. Prossiga!

O que é uma resistência para fornos elétricos?

Um dos equipamentos de maior importância dentro dos processos produtivos de uma indústria de qualquer porte é o forno elétrico, que precisa ter alta qualidade e longa vida útil para tornar as atividades rentáveis e eficientes.

Assim, para que os fornos industriais passem pelo processo adequado de aquecimento e funcionem sem interrupções ou falhas, é imprescindível que as resistências utilizadas sejam adequadas, produzidas com materiais de qualidade e alta precisão.

Esse tipo de resistência é desenvolvido para temperaturas de operações que atinjam até 800°C. A construção dessa peça é feita com fio nicromo 80/20, moldado em espiral para dar origem ao formato característico do item.

Nas situações em que é necessário atingir temperaturas mais altas, com limites máximos de 1200°C, o mais indicado é o uso da liga A-I, montada em tubos rosqueados com suporte cerâmico ou em espirais alojadas em canaletas do mesmo material.

Quais são as principais aplicações desse componente elétrico?

Os fornos elétricos são equipamentos que assumem diversas funções dentro do processo industrial, participando de serviços de moldagem, cura, polimerização, secagem, sintetização, entre outras atividades de tratamento térmico. Por isso, para uma ferramenta robusta, é necessária uma resistência compatível com os esforços exigidos e que execute suas funções com precisão.

Assim, uma resistência para forno elétrico deve atender cada um dos segmentos em que o equipamento estiver trabalhando, de acordo com as demandas do tipo de aquecimento industrial. Cada modelo precisa ser cuidadosamente estudado por uma equipe técnica para verificar se o conjunto desenvolvido vai suprir as necessidades.

Entre as principais aplicações da resistência para forno elétrico, podemos destacar:

  • forno infravermelho de cerâmica para termoformadora;
  • secagem e cristalização de polímeros;
  • forno de passagem;
  • forno contínuo para conformação.

Para o bom funcionamento, a resistência de um forno elétrico deve estar direcionada para equipamentos com temperaturas de trabalho entre 500°C e 1200°C, de acordo com o material utilizado e com a atividade que será desenvolvida.

Quais são os principais cuidados que devem ser observados durante a aquisição?

Além das características citadas anteriormente, para que o usuário extraia o maior desempenho possível do equipamento, é fundamental observar alguns detalhes na compra e na instalação da peça. Veja a seguir os cuidados que devem ser tomadas ao comprar uma resistência!

Avalie a qualidade do componente

Talvez uma das questões mais importantes seja a empresa que o usuário vai procurar no momento da compra da resistência. Atente-se à qualidade da construção do componente, aos materiais utilizados na fabricação e às temperaturas de trabalho da peça, que devem ser condizentes com a operação do forno elétrico.

Analise os materiais utilizados

Para que todos os requisitos dos processos industriais sejam cumpridos, é essencial buscar empresas que atendam às necessidades dos usuários e forneçam peças customizadas para as atividades desenvolvidas, de acordo com o uso do equipamento. Observe cada detalhe da resistência para ter certeza de que ela foi confeccionada com os materiais apropriados.

Tenha atenção às temperaturas de trabalho das peças

As resistências estão se tornando bastante populares, mas para escolher o item ideal você precisa averiguar qual é a temperatura de trabalho das peças. Algumas delas suportam uma carga mais elevada de energia e outras não, embora o funcionamento delas seja bem semelhante. Se você comprar a resistência certa, ela terá vida útil prolongada.

Não compre a resistência levando em consideração apenas o preço. Desconfie se o valor cobrado pela peça estiver muito abaixo daquele que é cobrado no mercado, ela pode ter durabilidade menor do que as demais. Além disso, há diversos aspectos a serem avaliados durante esse tipo de aquisição. Confira as instruções de fabricação e considere as diferenças entre os produtos.

Procure opções de peças customizadas

Bons fornecedores oferecem peças customizadas e que se encaixam perfeitamente nas suas necessidades. Portanto, procure a resistência que foi fabricada especificamente para o seu equipamento, de acordo com a marca e o modelo do produto. Algumas resistências funcionam bem em um tipo de forno, mas causam riscos se forem instaladas incorretamente.

Garantias da resistência

Verifique a garantia que vem da fábrica da sua resistência. É comum alguns itens contarem com um tempo maior na oferta das garantias, uma vez que os fabricantes têm ciência da qualidade dos seus processos de fabricação. Aqueles que oferecem um período maior para a troca de seus produtos são mais rígidos nos controles operacionais e na aquisição de matéria-prima.

Em caso de dúvidas, converse com o atendente que já está habituado a trabalhar com as resistências e saberá dizer se o produto costuma voltar para a loja após a compra. Compre de um estabelecimento confiável que ofereça as informações necessárias. No entanto, saiba que a garantia total pode perder a validade se houver um erro na instalação, por exemplo.

Faça o procedimento corretamente

Por fim, é fundamental observar todos os procedimentos corretos para a substituição da resistência, instalando e utilizando adequadamente esse componente no forno elétrico. Sobretudo, a durabilidade e a performance do equipamento poderão variar de acordo com o uso do item dentro do sistema.

Como substituir adequadamente a resistência de um forno elétrico?

Tenha em mente que essa atividade tem um nível intermediário de dificuldade, devendo ser executada apenas quando não houver a possibilidade de contar com um profissional especializado. Além disso, é fundamental ter algum conhecimento prévio sobre componentes elétricos, pois as peças podem oferecer risco durante o manuseio.

Para trocar a resistência, é necessário ter à disposição todas as ferramentas adequadas para desmontar o forno elétrico, e geralmente uma chave estrela e um alicate serão o suficiente. Também é essencial ter um ajudante e o componente a ser instalado à disposição. Por fim, verifique se o forno está desligado da tomada.

Desenvolvemos um roteiro detalhado com 5 passos simples para substituir a resistência do seu maquinário. Confira!

1. Remova a carcaça do forno

Inicialmente, procure todos os parafusos que seguram a carcaça do forno e remova-os, armazenando todos em um local seguro e sem risco de perda. Geralmente eles ficam localizados na parte frontal, nas laterais e na face superior do equipamento.

2. Remova os conectores

Em seguida, já é possível remover cuidadosamente a carcaça externa do equipamento, posicionando-a em um local limpo e sem perigo de acidentes.

Em alguma das laterais, você verá dois fios conectores. Visto que esses componentes estão ligados ao aterramento, é necessário desconectá-los para remover a resistência.

3. Solte a alça que prende a resistência

Em seguida, será possível observar a resistência presa por duas peças, geralmente brancas de cerâmica. Essas alças estão conectadas em duas porcas que ficam na parte inferior do forno, sendo necessário desconectá-las para remover o componente.

Em alguns fornos, é necessário remover a tampa traseira. Somente depois disso é que será possível alcançar as porcas dos parafusos, usando, para isso, um alicate.

4. Solte a resistência queimada

Com o auxílio de um ajudante, o forno deve ser inclinado para frente para a retirada da parte traseira, alcançando as porcas que prendem as peças que seguram a resistência. Esses componentes devem ser removidos com um alicate, retornando o equipamento para a posição normal.

Assim, já é possível desconectar os fios que prendem a resistência, desencaixando o componente queimado.

5. Troque a resistência e remonte o forno

Por fim, basta posicionar a resistência nova e rosquear as porcas. Caso seja necessário, peça ao seu ajudante que incline o forno para frente a fim de alcançar as alças com o alicate. Depois, é só reconectar os fios de aterramento, posicionar a carcaça e encaixar todos os parafusos da estrutura. Assim, o forno estará pronto para ser usado.

Apesar de ser um procedimento aparentemente simples, é muito importante contar com profissionais qualificados. A IMC é uma empresa brasileira que atua há mais de 50 anos no mercado de resistências, sempre oferecendo componentes elétricos de qualidade para todos os setores empresariais.

A resistência para fornos elétricos é um componente essencial para as atividades industriais que requerem alto potencial de aquecimento. É uma peça versátil que precisa ser fabricada com materiais de qualidade para apresentar bom desempenho. A substituição desse item deve ser feita de maneira cuidadosa, seguindo todos os procedimentos de segurança e, se possível, contar com a orientação de um profissional especializado.

Como a IMC pode ajudar nesse processo?

A IMC pode ajudar fornecendo excelentes resistências elétricas que preenchem todos os requisitos mencionados neste conteúdo. Ela é uma empresa especialista nesse ramo e fabrica componentes para o aquecimento industrial há mais de 50 anos em nosso país. Além do mais, ela elabora e fornece projetos para o Brasil inteiro, disponibilizando aos seus clientes um catálogo completo.

O time da IMC também faz visitas nas estruturas físicas das empresas para desenvolver projetos que atendam as suas necessidades em situações específicas. Trata-se de uma organização experiente que fornece atendimento exclusivo por meio de uma equipe especializada e preparada para gerar soluções exclusivas, com preços acessíveis e a melhor qualidade do mercado.

No catálogo estão registrados os itens padrão que são armazenados em estoque, mas a IMC também produz resistência para forno elétrico sob medida de acordo com o pedido do cliente. Por outro lado, a IMC investe constantemente no aprimoramento dos seus produtos e serviços para oferecer o melhor atendimento a nível nacional.

E então, gostou do nosso artigo sobre o que é uma resistência para fornos elétricos e como substituir adequadamente esse componente? Conheça agora mesmo a nossa categoria de fornos e descubra a variedade de modelos que a IMC oferece!

Gostou do texto?

Faça seu cadastro e receba todas as novidades do blog no seu email.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *