Você sabe o que é o estoque obsoleto?

produtos-imc-resistenciasPowered by Rock Convert

O estoque parado é sinônimo de dinheiro que poderia ser investido em outras áreas. As mercadorias devem ser movimentadas para evitar a perda de itens que são essenciais à produção. Para perceber quais são os produtos que estão parados, é necessário contar com um inventário atualizado e fazer o seu monitoramento constante.

Neste artigo, vamos explicar o que é, como funciona e de que maneira é possível calcular o estoque obsoleto. Por outro lado, vamos falar sobre as consequências que ele pode gerar em um negócio e como fazer para evitá-lo. Por fim, vamos fornecer detalhes sobre como trabalhar com metas reais, definir e acompanhar os indicadores e acompanhar o mercado etc.

Precisa saber do que se trata o estoque obsoleto? Continue a leitura deste conteúdo até o fim!

O que é e como funciona o estoque obsoleto?

Estoque obsoleto é aquele que não terá demanda futura e permanece dentro do armazém da indústria. São aqueles itens mais antigos e sem nenhuma possibilidade de uso. Para que uma empresa tenha saúde financeira e continue em crescimento, os produtos armazenados não podem ficar parados indefinidamente. Os recursos financeiros não devem ficar empatados em produtos de baixo giro.

Como calcular o estoque obsoleto?

Para calcular o estoque obsoleto é preciso fazer uma revisão do inventário de itens armazenados e utilizar seus dados aplicando a seguinte fórmula de cálculo: total de estoque obsoleto/total de estoque x 100. Considere que o total de estoque obsoleto diz respeito aos produtos que ficaram sem uso já há algum tempo. Observe abaixo como aprimorar a armazenagem de materiais!

Trabalhe com metas reais

Faça um planejamento elaborando metas reais e que sejam plenamente possíveis de atingir. Com elas, os colaboradores terão uma direção para seguir e vão se esforçar para alcançar os objetivos. Estimule-os para que trabalhem em equipe, se mantenham engajados e motivados.

Defina e acompanhe os indicadores

Os gestores precisam trabalhar com diversos indicadores de desempenho e de mercado. Escolha aqueles que mais fazem sentido para a sua organização e acompanhe-os periodicamente. Utilize os relatórios para acompanhar os processos produtivos e para criar novas estratégias de gestão.

Tenha cuidado com a sazonalidade

Alguns setores podem enfrentar perdas por sazonalidade, dependendo do segmento de atuação de sua empresa. Mercadorias vendidas em certas estações ou datas comemorativas não serão adquiridas pelos clientes quando a época ideal passar, por isso é importante fazer promoções e liquidações.

Elas podem representar baixa lucratividade, no entanto, os produtos que ficam em estoque causam despesas maiores. É muito melhor vendê-los a preço de custo para ter recursos a serem reinvestidos do que deixá-los ocupando espaço no armazém sem previsão de saída.

Acompanhe o mercado

O mercado está muito competitivo e sofre mudanças constantes em relação às demandas dos consumidores. Acompanhe tudo o que acontece à sua volta e no mundo para não perder as oportunidades de negócios. Identifique e tente aproveitar cada chance que surgir para evitar os prejuízos.

Agora você sabe o que é e como funciona o estoque obsoleto? Saiba que os investimentos em um software de gestão podem gerar inúmeros benefícios! Essa é uma ferramenta que pode auxiliar no planejamento e na movimentação dos itens. As tecnologias atuais ajudam a fazer o controle e o gerenciamento dos insumos, recursos e mercadorias que são destinados aos armazéns.

Gostou do conteúdo? Então siga em frente e confira 5 dicas práticas de como negociar com fornecedores!

Gostou do texto?

Faça seu cadastro e receba todas as novidades do blog no seu email.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *