Qual a importância da avaliação de riscos industriais?

produtos-imc-resistenciasPowered by Rock Convert

Fazer uma avaliação das vulnerabilidades industriais é a melhor forma de garantir a segurança dos funcionários e o sucesso empresarial. Por essa razão, a International Organization for Standardization (Organização Internacional de Normalização ou Organização Internacional para Padronização), que também é conhecida como ISO, desenvolveu a norma ISO 31000 que normatiza a gestão dos riscos.

Utilizando essa norma como parâmetro, fica mais fácil colocar os riscos em pauta e encontrar as soluções ideais para cada uma das ameaças que vão surgindo no decorrer do tempo. Vale salientar que uma das melhores maneiras de lidar com os perigos é conhecendo bem o perfil dos funcionários da sua organização. Com esse conhecimento é possível direcionar as regras e identificar as prioridades momentâneas.

Deseja saber mais sobre a gestão de riscos e a importância da avaliação desses perigos? Continue a sua leitura e fique por dentro!

O que é avaliação de riscos industriais?

Avaliação de riscos nada mais é do que um estudo ou pesquisa de identificação, recomendação e avaliação aplicada para instalações industriais ou outras atividades que possam gerar perigos. Tais avaliações são comuns em todo o universo corporativo e elas servem como poderosas ferramentas na criação de medidas protetivas, que diminuem as chances de acidentes sérios de trabalho. As avaliações de riscos analisam os seguintes fatores:

  • elementos comerciais e financeiros;
  • questões ambientais;
  • segurança do trabalho;
  • saúde ocupacional.

Cada empresa possui riscos específicos que vão desde quedas, choques elétricos e aprisionamento até a emissão de líquidos e gases poluentes. As avaliações desses perigos têm idêntico objetivo, que é manter todos bem e com a menor ameaça possível a sua saúde e ao meio ambiente.

Qual é a importância da avaliação de riscos industriais?

A avaliação de riscos industriais é um procedimento indispensável para as empresas que desejam crescer no seu segmento de atuação, ter funcionários comprometidos e ainda aumentar os lucros. Ela permite manter o foco em solucionar problemas e criar ações preventivas capazes de tornar a produção mais eficiente e segura em diversas vertentes.

Sem contar que essa avaliação oferece para as empresas a oportunidade de melhorar em todos os aspectos. Por meio dela, é possível identificar, comparar e classificar os impactos que os riscos podem trazer para a organização, permitindo assim aos gestores agir antecipadamente e como resultado obter melhorias constantes no processo produtivo.

Como a avaliação de riscos conecta o meio ambiente, segurança do trabalho e saúde ocupacional?

Analisar corretamente os riscos envolvidos em cada operação é uma atitude inteligente que abrange questões de segurança dos projetos industriais, integridade física, saúde e meio ambiente. Afinal de contas, os riscos enfrentados podem prejudicar a vida do ser humano com um todo e isso inclui o organismo das pessoas e os cuidados com a natureza.

Veja abaixo alguns pontos que são considerados na análise de riscos que incluem os ecossistemas, a segurança e saúde das pessoas!

Aquisição e Avaliação de Dados

Para que a análise de ameaças funcione corretamente é necessário utilizar algumas técnicas de avaliação de riscos. O ideal é selecionar profissionais especializados para que eles trabalhem como inspetores de riscos.

Nos levantamentos poderão ser notados com facilidade quais são os perigos existentes e como eles poderão afetar adversamente o patrimônio empresarial. É importante fazer uma avaliação desses dados e verificar quais os riscos estão abaixo dos padrões estabelecidos em normas. É nessa etapa que se destacam as ameaças que podem causar:

  • danos à propriedade – incêndio ou explosão;
  • lesões pessoais – morte, doenças, mutilações e doenças ocupacionais;
  • parada de produção – quebra de maquinário, estrago de motores e painéis elétricos;
  • perda de qualidade – falta de controle de processo, instrumentos e maquinários considerados inadequados;
  • poluição do meio ambiente – tratamento inadequado aos efluentes, gases emitidos e resíduos industriais sólidos.

Após fazer a avaliação de dados é possível saber quais são os maiores riscos. Para que tudo funcione corretamente o gestor precisa usar ferramentas para a criação de um banco de dados referente as informações coletadas.

Avaliação de Exposição

Os riscos existem em todas as empresas que desenvolvem a atividade industrial. Nestes casos, deve-se analisar e classificar as ameaças de acordo com o grau de exposição e com as consequências que elas podem gerar para as pessoas e meio ambiente. Ao realizar essa classificação ficará mais fácil estabelecer medidas preventivas para que não ocorram eventos indesejáveis.

Análise de Toxicidade

A análise de toxicidade deve ser realizada com muita cautela para que se possa prever qual é o raio de alcance dos produtos tóxicos. Isso ajudará a criar medidas preventivas e a realizar correções caso venha a ocorrer algum acidente relacionado a determinada substância ou gás.

Dependendo da qualidade e das características toxicológicas, físico-químicas e eco toxicológicas dos produtos envolvidos em um acidente, a ameaça pode ser grave ou não. Por essa razão, é preciso avaliar a localização da substância, os aspectos meteorológicos e geológicos do ambiente, a fim de reduzir os eventuais danos que podem ser causados.

Perigos no local de trabalho

Os perigos no local de trabalho podem ser encontrados por meio de uma inspeção de riscos, que deve ser feita utilizando algumas ferramentas estratégicas. Entre as maneiras de se fazer a análise dos perigos presentes no local estão os seguintes procedimentos:

  • entrevistas técnicas;
  • reuniões com gerentes;
  • falar com os supervisores;
  • conversar com os profissionais da área da indústria;
  • entrar em contato com o pessoal da área de segurança.

Os profissionais que realizam as análises de risco obtém informações valiosas referente ao fluxo de produção para passar aos seus supervisores, inclusive conhecem o funcionamento da empresa como um todo e os aspectos produtivos.

Ao dar a inspeção por encerrada, eles poderão produzir um relatório detalhado com imagens e discriminação dos riscos de modo que será mais fácil demonstrar as ameaças para os gestores empresariais. As medidas preventivas poderão ser adotadas e a redução de riscos será evidente na empresa.

Enfim, fazer a avaliação de riscos industriais é de extrema importância para que os negócios possam ser um sucesso. Os colaboradores que trabalham de maneira mais segura não desenvolvem problemas de saúde. Esse é um aspecto positivo para as empresas, pois os funcionários estarão saudáveis, a poluição do meio ambiente diminuirá e toda a sociedade poderá usufruir dos seus benefícios.

Gostou deste conteúdo? Então siga-nos no Facebook, Instagram, LinkedIn e confira as nossas publicações!

Gostou do texto?

Faça seu cadastro e receba todas as novidades do blog no seu email.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *