Como comprar produtos elétricos? Aqui tem um checklist para você se basear!

produtos-imc-resistenciasPowered by Rock Convert

Os produtos elétricos são equipamentos indispensáveis para o funcionamento adequado de casas e apartamentos, trazendo conforto e praticidade para os moradores. Nesse sentido, a aquisição desses itens deve ser feita com atenção.

Assim, fica mais fácil prolongar a vida útil, reduzir a necessidade de manutenção, diminuir a quantidade de substituição futura de peças e do aparelho em si, bem como evitar os temidos riscos de ocorrência de panes, curto-circuitos, choques e outros tipos de acidentes. Portanto, antes de comprar, não considere apenas a marca!

Quer saber mais detalhes sobre o tema? Neste post, trazemos para você um checklist contendo todos os elementos que devem ser observados pelo consumidor ao comprar produtos elétricos. Boa leitura!

O que são os produtos elétricos?

Produto elétrico é a reunião de dispositivos que viabilizam a transmissão de energia elétrica do meio externo para dentro das residências, de modo seguro e ágil. É o caso do quadro medidor, o quadro de distribuição, as lâmpadas, as tomadas, os disjuntores, os fusíveis, os fios e os cabos, os eletrodutos, os conduletes e outros itens.

Trata-se de peças que proporcionam o funcionamento de circuitos de distribuição de energia, indispensáveis para a passagem da energia elétrica e o uso de aparelhos eletrônicos nas casas, proporcionando qualidade de vida e praticidade para os moradores. Nesse sentido, esses produtos compõem o circuito de distribuição de energia elétrica de um imóvel.

Quais fatores de qualidade o produto tem?

Quando o assunto é produto elétrico, não compre o item pelo preço, apenas. É essencial analisar a qualidade e o custo-benefício do equipamento a ser adquirido. Afinal, a economia pode interferir negativamente na qualidade da instalação, na aplicação e na segurança dos moradores.

Existem alguns cálculos e normas de instalações elétricas que auxiliam na descoberta do material ideal para ser utilizado na instalação. Se, por exemplo, o cálculo chega à necessidade de uma tomada com voltagem de 127V 20A, ele deve ser o padrão de uso dos equipamentos elétricos com essas especificações. Nada de comprar o material apenas pela estética.

Ele foi exposto a diversos testes?

Os testes físicos, mecânicos e de laboratório são etapas essenciais para garantir a qualidade e a segurança dos produtos elétricos. Nesse sentido, existe uma grande variedade de testes disponíveis, como os do tipo EMC e EMI, o ROHS, os de segurança de produto (UL / IEC), o FCC e RTTE, Teste hipot etc. Somente após a devida aprovação nos testes, o item é considerado seguro e pode ser comercializado no mercado.

Está nas especificações da norma?

Verifique se o produto apresenta selos de qualidade e segurança, conforme as diretrizes das instalações elétricas. Essas orientações determinam os métodos de instalação, os padrões a serem observados na instalação dos condutores elétricos, a capacidade de uso de corrente máxima para cada seção nominal, os elementos de correção sobre a capacidade de corrente etc. Assim, por exemplo, o tipo de condutor elétrico mais comum e indicado para o uso em residências é aquele formado por material de cobre e PVC.

O cobre consegue conduzir a energia rapidamente, de modo eficiente, e é usado conforme a norma-padrão mundial do IEC (International Electrotechnical Commission) — organização mundial que elabora regras para o uso seguro e adequado de dispositivos elétricos, eletrônicos e demais tecnologias relacionadas, bem como determina terminologias, compatibilidades eletromagnéticas, performances e segurança.

Por sua vez, o PVC pode isolar esse procedimento. No entanto, esse material pode ressecar com o passar dos anos e vai perdendo a capacidade plena de condução dos impulsos elétricos. E aí surge a importância de adquirir produtos certificados, uma vez que eles costumam durar mais tempo.

Conferiu se o produto elétrico é certificado?

As instalações elétricas exigem produtos que correspondam às normas da legislação brasileira. Sendo assim, antes de comprar qualquer peça, verifique as condições de segurança, que costumam vir na embalagem do material ou estampadas no próprio produto.

Os mais importantes são os selos do INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial) e da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). Trata-se de atributos que sinalizam a aprovação dos produtos em testes e procedimentos de segurança e atestam a resistência, a durabilidade e a segurança.

Qual é a garantia que você tem na compra?

Os consumidores não dominam conhecimentos técnicos referentes ao funcionamento de produtos elétricos, resistências e demais procedimentos. Eles são considerados hipossuficientes na relação consumerista, conforme determina o Código de Defesa do Consumidor. A eles são previstos direitos, que podem ser reclamados diretamente com o vendedor, fabricante ou perante o Procon.

De qualquer forma, o ideal é contar com o apoio de um eletricista ou um vendedor que seja especializado no assunto. As garantias previstas no CDC são as seguintes.

Legal

A garantia legal se trata do prazo para o consumidor reclamar dos vícios e defeitos dos produtos, conforme prevê o art. 26 do CDC. Divide-se em:

  • 30 dias para produtos não duráveis;
  • 90 dias para produtos duráveis.

Contratual

A garantia contratual diz respeito ao prazo referente ao período que o consumidor dispõe efetivamente para reclamar dos vícios e defeitos, que deve ser determinado pelo fornecedor e somado ao período de garantia legal, conforme prevê o art. 50 do CDC.

Estendida

A garantia estendida é uma espécie de seguro pago pelo consumidor para manter a garantia do produto mesmo após a expiração do prazo referente à garantia legal ou contratual. É sempre uma escolha que depende apenas do consumidor.

A aquisição de produtos elétricos requer atenção. O recomendado é comprar peças em lojas credenciadas e empresas com boa reputação no mercado. Além disso, é essencial verificar a existência de selos que confirmam a obediência às normas técnicas da ABNT e do INMETRO. Desse modo, é possível garantir uma residência com instalações elétricas mais seguras e menos riscos de manutenções e gastos frequentes.

Para concluir, A IMC fabrica uma enorme gama de produtos elétricos, resistências e demais materiais para todos os fins, capazes de realizar, com eficiência, qualquer processo de transferência de eletricidade e calor.

Se você deseja adquirir produtos elétricos com a máxima qualidade e segurança, sugerimos que confira detalhes em nosso site!

Gostou do texto?

Faça seu cadastro e receba todas as novidades do blog no seu email.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *