Resistência queimada na indústria: quais as causas e o que fazer?

produtos-imc-resistenciasPowered by Rock Convert

As resistências elétricas são componentes fundamentais para o bom funcionamento da área produtiva das empresas que atuam em vários segmentos. Tais itens são parte fundamental para o aquecimento dos equipamentos. Por essa razão são tão importantes, já que aquecem a água e demais itens necessários para a fabricação dos produtos.

Neste post, vamos descrever aspectos importantes sobre o funcionamento dessa ferramenta e explicaremos como descobrir se uma resistência está queimada e o que fazer para evitar que ela seja estragada. Inclusive, vamos dar dicas de como agir quando um desses componentes não estiver funcionando.

Deseja saber mais sobre o tema? Continue a sua leitura e encontre as respostas para todos os seus questionamentos referentes a esse dispositivo!

Como a resistência elétrica industrial funciona e qual é a importância de estar atento caso aconteça de ela queimar?

Boilers e caldeiras elétricas vêm se tornando elementos essenciais dentro de indústrias. Afinal, por meio de resistências, elas formam um sistema de aquecimento de água e de vapor, que pode ser utilizado para efetuar esterilização, limpeza e fabricação de produtos e alimentos.

Também são essenciais quando o assunto é o bom desempenho de máquinas de grande porte, as quais necessitam de calor de forma precisa e uniforme. Quando não há o aquecimento, devido à falta de resistência, toda a produção pode parar, gerando prejuízos para a empresa.

Por esse motivo, a utilização dessa peça é muito importante. Ela torna o processo de funcionamento mais eficiente e ainda contribui para resultados melhores nos procedimentos fabris.

Além de abastecer de forma eficaz todos os locais necessários, a ferramenta oferece um custo-benefício viável. Isso porque auxilia na redução de consumo de energia, principalmente, se estiver programada para ligar e desligar em um tempo específico.

O que são problemas elétricos e como saber se a resistência está queimada?

As instalações elétricas estão presentes nos diferentes ambientes empresariais, e é possível dizer que sem energia não existe a possibilidade de entregar os itens ou serviços adquiridos pelos clientes. Atualmente, praticamente tudo está ligado a eletricidade, e como os sistemas são bastante complexos, por vezes, ocorrem problemas nas redes de energia.

Os equipamentos elétricos podem interromper o seu funcionamento por diversos fatores, por exemplo, a queda de energia, o mau contato na fiação, curtos-circuitos e o principal, a queima do dispositivo. É possível saber se a resistência está queimado se o maquinário não estiver funcionando corretamente ou se a água não estiver sendo aquecida.

Quais são as possíveis causas pelas quais a resistência pode queimar?

Uma resistência elétrica necessita de alguns cuidados especiais para que não queime. Entre as disponíveis para serem usadas nas indústrias, podemos citar:

  • resistências elétricas industriais tipo cartucho: geralmente, são utilizadas para gerar calor e podem ser de níquel, latão, ferro ou aço inoxidável;
  • resistências elétricas industriais tipo coleira: têm forma circular e, normalmente, são de cobre, ferro ou de materiais que oferecem alta resistividade. Se tiverem uma parte de cerâmica, elas também podem ser usadas como material isolante;
  • resistências elétricas tubulares: elas podem ser imersas em solvente ou água e são fabricadas em cobre, magnésio, ferro, inox, quartzo, titânio, teflon ou, inclusive, ser revestidas de chumbo.

Cada um desses componentes tem as suas peculiaridades, sendo que umas são mais finas e outras mais grossas, algumas mais curtas e outras compridas. Entre as causas mais comuns de danificar um desses equipamentos, podemos citar:

  • em decorrência da potência alta — quando o equipamento recebe uma voltagem maior do que a suportada, ele pode superaquecer e queimar;
  • falta de manutenção — é preciso fazer manutenções periódicas para verificar o funcionamento do item e, quando a tarefa não é realizada, é fácil estragá-lo;
  • término da vida útil — todo equipamento industrial precisa ser trocado após um bom tempo de uso, e com a resistência acontece a mesma coisa, é preciso trocá-la periodicamente;
  • uso incorreto — alguns trabalhadores não sabem como usar o equipamento e acabam danificando o dispositivo.

Essas são apenas algumas das possíveis causas que fazem com que esses componentes queimem. Se você está se perguntando como fazer para evitar problemas futuros com o artefato, vamos explicar, a seguir.

Quais são as melhores dicas do que fazer quando a resistência está queimada em uma indústria?

Quando a resistência de uma máquina acaba queimando, é necessário efetuar a troca. Mas, para que esse procedimento seja feito de forma segura, é preciso alguns cuidados.

Por exemplo, desligar o disjuntor para que não haja circulação elétrica e aconteça de os profissionais levarem choques, podendo trazer risco para a vida de quem está fazendo o trabalho. Diante disso, é aconselhável que técnicos ou pessoas especializadas prossigam com a troca.

Evite a queima dos equipamentos

Outro fator importante para a segurança dos usuários é saber qual a resistência correta a ser colocada no lugar daquela que queimou. Caso a peça nova não seja adequada para a máquina, ela pode não funcionar corretamente. Isso leva à queima do equipamento e dos produtos que produz, o que causa prejuízos para a empresa.

Faça as manutenções preventivas

É necessário estar com as manutenções em dia, contar com um profissional capacitado ou uma empresa especializada que esteja disponível e pronta para ajudar sempre que for necessário. Uma indústria com maquinário parado deixa de produzir e, desse modo, não consegue gerar lucros. O resultado disso é ter que arcar com os danos, tanto financeiros quanto com a perda de prazos de entregas estabelecidos com os clientes.

Impeça as paradas das máquinas

A resistência queimada pode trazer muitos prejuízos para as empresas, tais como demora na entrega dos produtos, itens com defeito devido à parada brusca de uma máquina que pode estar no meio de um processo de industrialização, entre outros. Um equipamento inoperante atrapalha toda a linha de produção e diminui as receitas do negócio.

Enfim, agora você já sabe quais são as causas e o que fazer com a resistência queimada na indústria. Portanto, assim que perceber que um dispositivo está danificado, entre em contato com uma empresa especializada na fabricação ou chame um eletricista de confiança, para que esse profissional consigam realizar a compra e a troca do componente defeituoso.

Gostou do nosso post sobre as resistências elétricas? Acesse o nosso Facebook e curta a nossa página e as nossas postagens, agora mesmo!

Gostou do texto?

Faça seu cadastro e receba todas as novidades do blog no seu email.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *