Vulcanizadora de pneus: como funciona e quando trocar a resistência?

produtos-imc-resistenciasPowered by Rock Convert

A vulcanização é uma alternativa econômica para os motoristas que não estão dispostos a fazer a troca dos pneus. Esse processo é muito importante, pois evita que os condutores caiam em golpes e tenham prejuízos financeiros.

O procedimento foi criado e patenteado por Charles Goodyear, que estudou as aplicações práticas do látex e fez experiências para deixar as borrachas mais resistentes. A mistura do material é feita com borracha e enxofre durante certo tempo e em determinada temperatura.

Mas a vulcanização realizada em oficinas mecânicas depende de uma ferramenta conhecida como vulcanizadora de pneus. Neste post, vamos explicar como ela funciona, para que serve e quando é utilizada pelos profissionais desse ramo.

Gostaria de saber o que é a vulcanizadora de pneus e obter dicas para a troca da sua resistência? Acompanhe a leitura!

O que é a vulcanizadora de pneus?

Vulcanizadora de pneus é uma máquina que aquece e pressiona o local que receberá o conserto. A ferramenta é muito utilizada em borracharias e serve ainda para arrumar câmaras furadas. Ela funciona por meio da adição de enxofre, com o uso de catalisadores e do aquecimento que faz os átomos ligarem-se entre si e unir as moléculas da borracha.

Com esse processo, as borrachas ganham durabilidade devido à formação dessa substância. O propósito da vulcanização é aumentar a força de tensão do material, conferir mais capacidade de adaptação ao clima, maior elasticidade e resistência à dilatação. A vulcanizadora pode reconstituir áreas externas dos pneus que estejam danificadas pelo uso ou contato com objetos cortantes. 

Essa máquina está presente em oficinas especializadas nas quais são verificados os danos sofridos pelos pneus. Os profissionais utilizam uma lixa para raspar a área deformada do lado interno e externo do objeto. Depois, é utilizada uma cola sobre o material que recebe o laminado. Em seguida, coloca-se vulcanite e o pneu fica na vulcanizadora por 3 horas.

Para que serve uma vulcanizadora de pneus?

A vulcanizadora de pneus serve para reconstruir as partes destruídas dos pneus. A raspagem na área danificada é fundamental para a reconstrução, que depende da substância vulcanite.

A máquina aquece o objeto durante 60 minutos e depois deixa-o para esfriar por cerca de duas horas. Esse tempo é indispensável para que o processo seja bem-sucedido.

Portanto, a vulcanização é aplicada para fechar rasgos ou furos em pneus, sendo essa a melhor alternativa para os condutores.

A execução desse processo evita que os motoristas tenham gastos enormes com a compra de produtos novos, visto que o serviço custa, em média, a metade do preço. Se comparada às outras formas de reparo, o uso da vulcanizadora é o mais confiável e seguro.

Quais são os acessórios necessários para fazer a vulcanização?

Além da vulcanizadora, os profissionais que trabalham com o reparo de pneus precisam utilizar materiais específicos. Entre eles, estão:

  • vulcanite;
  • reforço de borracha;
  • cola vulcanizadora;
  • lixas;
  • compressor de ar e calibrador de pneus;
  • macaco hidráulico;
  • ferramentas manuais e de bancada.

Além dos itens mencionados, também é importante contar com outras ferramentas comuns que fazem parte da rotina de oficinas mecânicas e borracharias.

Como trocar a resistência da vulcanizadora de pneus?

As resistências usadas em vulcanizadoras de pneus são fabricadas com material tubular e são responsáveis pelo aquecimento da máquina.

Há vários tipos de resistência, com voltagens e dimensões específicas para as necessidades dos clientes. Veja, a seguir, as principais dicas para fazer a troca dessa peça caso a sua vulcanizadora pare de funcionar!

Use luvas durante o procedimento

Proteja as suas mãos usando esse EPI para manusear a máquina, que normalmente fica em uma bancada. Gire a haste da vulcanizadora no sentido anti-horário, utilizando o círculo que fica na sua parte superior. Solte o parafuso que prende a área inferior da peça de aquecimento e acomode-o em local seguro para evitar que ele se extravie na oficina.

Retire a chapa de aquecimento

Desencaixe a chapa de aquecimento e coloque as suas peças sobre a bancada. Tenha cuidado com o fio que transmite a energia elétrica na hora de acessar a resistência usada. Acomode essa parte da vulcanizadora colocando o local que aquece em contato com a superfície. Observe o termostato que fica encaixado por uma peça de silicone.

Confira a cerâmica

Analise a cerâmica e a peça de silicone para ter certeza de que elas estão bem encaixadas, pois se houver um afastamento, elas param de realizar a sua função.

A resistência fica entre a parte cerâmica e a chapa de metal — separe-as utilizando uma chave para soltar as roscas dos parafusos presentes na máquina. Conclua o processo de abertura com uma chave de fenda.

Solte o termostato com o auxílio de um alicate e retire a peça cerâmica. Nesse momento, a resistência ficará visível e poderá ser facilmente retirada da vulcanizadora.

Confira se a voltagem é 220W ou 110W antes de efetuar a troca. Coloque o item novo e faça com que ele se encaixe no lugar onde estava a peça usada com a ajuda do alicate. 

Encaixe as peças

Recoloque a peça de cerâmica e as porcas sextavadas em seu devido lugar. Se for necessário, aplique um produto desengripante ou lubrificante spray, que facilitará o processo.

Encaixe o termostato em sua área de origem e, em seguida, ligue os fios de transmissão de energia nessa peça. Prenda os parafusos com a chave de venda.

Marque o local exato de cada fio para conseguir montar a vulcanizadora da forma correta. Se os fios não forem encaixados corretamente, a máquina não vai funcionar.

Coloque a peça que armazena a resistência e a chapa de aquecimento na ferramenta, baixe a haste, prenda os últimos parafusos e faça testes de funcionamento.

Faça a regulagem da vulcanizadora

A vulcanizadora de pneus é regulada por meio de um parafuso situado na parte inferior da máquina. O profissional pode utilizar uma chave de fenda para movimentá-lo, de modo que esquente durante mais ou menos tempo.

Caso os reparos não fiquem perfeitos, é possível ajustar a duração do processo até que o resultado seja satisfatório.

Limpe a chapa da máquina

Na hora de realizar o conserto de uma câmera, verifique se a chapa da vulcanizadora está limpa e evite que a borracha fique presa à peça.

Mantenha-a higienizada com o uso de uma lixa e sem o acréscimo de água ou qualquer produto de limpeza. Não trabalhe com a superfície áspera e que esteja com cor escurecida, para evitar dificuldades.

Agora, você já sabe como funciona e quando trocar a resistência da vulcanizadora de pneus! Saiba que a IMC fornece as melhores resistências do mercado para essas máquinas.

A empresa é especialista na fabricação de peças sob medida para o aquecimento industrial, razão pela qual comercializa projetos e materiais para o Brasil inteiro.

Quer saber um pouco mais sobre as resistências comercializadas pela IMC? Acesse o site e confira os detalhes!

Gostou do texto?

Faça seu cadastro e receba todas as novidades do blog no seu email.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *