Veja 3 dicas para fazer uma gestão de compras eficiente na empresa

Veja 3 dicas para fazer uma gestão de compras eficiente na empresa

produtos-imc-resistenciasPowered by Rock Convert

Desenvolver uma gestão de compras eficiente é imprescindível para o sucesso de qualquer empresa. Afinal, trata-se de um setor estratégico, que influência diretamente no capital e na rentabilidade do negócio.

Quando o departamento de compras é bem-sucedido em suas ações, a empresa consegue manter um bom fluxo de vendas, diminuir a taxa de desperdício, controlar os custos e assegurar uma reposição de acordo com a demanda do negócio.

Mas, para isso, é preciso seguir alguns passos, como avaliar dados de compras anteriores e criar um bom relacionamento com os parceiros. Para ajudar o seu negócio, preparamos este artigo com 3 ótimas dicas de como fazer uma gestão de compras diferenciada. Boa leitura!

1. Analise a demanda de meses anteriores

Ações baseadas em análise de dados tendem a trazer melhores resultados para a empresa. E como a gestão de compras é uma atividade que mexe diretamente com o capital financeiro do negócio, é essencial trabalhar dentro de uma taxa mínima de erro.

Por isso, vale a pena armazenar históricos de compras anteriores para consultas e estudos comparativos. Se a sua empresa conta informações válidas no banco de dados, por que não utilizá-las para otimizar os processos?

A partir desse projeto elaborado o gestor entende se há alguma sazonalidade nos produtos, se o preço de algum insumo muda de acordo com a época do ano, entre outros. Assim, ele consegue definir os melhores períodos de venda e qual estratégia utilizar para adquirir a mercadoria que necessita sem impactos negativos no caixa da empresa.

2. Faça um bom gerenciamento de estoque

Tal como o fluxo de vendas, o estoque é um dos principais indicativos para uma atitude mais enérgica da gestão de compras. Ou seja, o número de entrada e saída de produtos deve ser um conhecimento intrínseco para os profissionais do setor.

Nesse sentido, o gestor precisa manter um controle rigoroso do estoque, garantindo negociações de compra dentro da necessidade da empresa. Para facilitar o trabalho, é interessante definir um nível mínimo do estoque.

Assim, com o acompanhamento contínuo, é possível saber sempre que o nível do estoque atingir o limite.

Além de assegurar um bom giro de produtos, essa estratégia garante que a empresa não adquira mercadorias em demasia e nem tenha defasagem no seu armazenamento.

3. Encontre bons fornecedores

Por mais que se crie um planejamento diferenciado, os bons resultados do setor de gestão de compras só serão possíveis se a empresa contar com fornecedores qualificados. Em outras palavras, se os parceiros não cumprirem com suas obrigações, toda operação pode ser comprometida.

O primeiro passo para extrair o melhor dessa relação é considerar os fornecedores como parceiros de negócio e como peças fundamentais. Esse conceito de gestão deve estar presente na empresa antes de qualquer negociação.

Além disso, avalie a credibilidade do fornecedor no mercado, seu histórico de atividades, bem como a disponibilidade de produtos e entregas. Não considere jamais o preço como fator principal de escolha. Analise sempre pela perspectiva de custo-benefício, assegurando qualidade no serviço e nas mercadorias.

Um trabalho diferenciado com a gestão de compras é capaz trazer diversas vantagens para o seu negócio, como aumento de rentabilidade e redução de custos. Quanto melhor o gerenciamento, menor o desperdício e maior o fluxo de vendas.

Por isso, é importante trabalhar com análise de dados e desenvolver um bom relacionamento com fornecedores capacitados.

Que tal continuar se aprofundando no assunto e conferir o nosso artigo com 4 dicas essenciais para um bom controle de estoque?

Gostou do texto?

Faça seu cadastro e receba todas as novidades do blog no seu email.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *